Uma em cada cinco estabelecimentos comerciais e de restauração recebeu o selo de conformidade sanitária

22 de dezembro de 2020

A+ A-

Visitados, nos últimos quinze dias, pela equipa multidisciplinar, que está a fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias de prevenção à covid-19, foram dezasseis de entre um total de setenta e cinco. Nesse universo, outras treze empresas foram suspensas temporariamente para melhorias e acertos no plano de contingência.


O balanço é da técnica do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros, Vitória Veríssimo, que coordena as inspecções que estão a ser desenvolvidas por técnicos da ERIS, da IGAE, da Inspeção Geral do Trabalho, da Delegacia de Saúde, dos Bombeiros Municipais, da Polícia Nacional, das Forças Armadas e da Câmara Municipal de S. Vicente.

As operações de fiscalização são diurnas e nocturnas e as empresas têm tido uma atitude colaborativa.

Nesta época alta de compras, o apelo é para o redobrar da atenção à higiene.

Evitar os ajuntamentos à entrada das lojas é também necessário, refere Vitória Veríssimo, atécnica do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros, que coordena a equipa multidisciplinar das fiscalizações.

No respeitante ao uso obrigatório de máscaras em espaços públicos, conforme informação da PN, oitenta cidadãos já foram multados, nas últimas duas semanas.

Se não pagarem as coimas numprazo de vinte dias, o processo segue para o Ministério Público.


José Leite/RCV - São Vicente
Disponibilizado online/Multimédia-RTC



Artigos Relacionados