Governo define as condições para a retoma das atividades desportivas

15 de janeiro de 2021

A+ A-

O Governo determinou as condições em que devem ser retomadas as atividades desportivas. Para já, a nível dos treinos, a retoma é imediata e sem necessidade de realização de testes. Em São Vicente, as atividades desportivas mantêm-se suspensas.

O Governo decide autorizar a retoma das atividades desportivas depois de ter feito concertações com todas as federações, comités olímpico e paralímpico, em alinhamento com as autoridades sanitárias e de segurança. No imediato, os treinos estão liberados, sem testes.

São cinco os níveis de risco definidos consoante as características de cada modalidade. No nível "Muito Baixo Risco" ficam golfe, xadrez e surf - não haverá testes. No grau "Risco Baixo" estão as modalidades de atletismo, natação, esgrima ténis e ténis de mesa. Também não há necessidade de testes, mas deverá haver um selo de conformidade das infraestruturas. 

"Risco de Contagio Moderado": futebol, futsal de pavilhão e de praia, voleibol, futebol de praia, andebol, basquetebol tanto 5×5 como 3×3, halterofilismo e ginástica. Modalidades com “Elevado Nível de Contágio": boxe, judo, taekwondo e karate.

Em todas as competições oficiais haverá uma comissão de validação de provas que irá analisar os níveis de risco e tomará uma decisão.

Regra geral, as competições deverão acontecer à porta fechada. Mas, em caso de autorização de público, o número não poderá ultrapassar os 25% da lotação da infraestrutura em causa. 
Todas estas medidas não se aplicam ao caso de São Vicente que, por estar em estado de calamidade, continua com as atividades desportivas proibidas.

 

RCV

Reportagem RCV com jornalista Benvindo Neves


Artigos Relacionados