Cabo-verdianos retidos em Marrocos sem poder seguir para a Europa

25 de janeiro de 2021

A+ A-

Nove comerciantes cabo-verdianos,  que viajavam para a França via Marrocos,  encontram-se retidos no aeroporto de Casablanca, sem poder seguir para a Europa.

Os passageiros afirma que quando adquiriram as passagens na Air Maroc, nada lhes foi dito sobre o impedimento de seguir viagem até a Europa, facto com que foram confrontados no aeroporto de Casablanca.

Sonia Ortet afirma que foram impedidos de seguir viagem e os contactos com a transportadora marroquina não resultaram.

Desde ontem as oito mulheres e um homeme encontram-se no aeroporto de Casablanca, sem as mínimas condições.

Para sair da situação, já que o voo de regresso da Air Maroc só acontece no dia 29, os oito comerciantes aceitaram seguir para Dakar, onde devem custear o regresso à cidade da Praia. É que nem conseguem sair do aeroporto para serem hospedados num hotel, estando a dormir no chão do aeroporto.

Os nove comerciantes devem sair hoje para Dakar esta noite, as 23 horas, mas pedem apoio das autoridades cabo-verdianas para fazer valer os seus direitos, já que dizem que compraram passagens para o destino final que é Paris e não para serem abandonados em Dakar.

Reportagem RCV com jornalista Carla Lima


Artigos Relacionados