Mais dois municípios passam a integrar o Programa Plataformas para o Desenvolvimento Local

18 de fevereiro de 2021

Gilberto de Barros, Secretário de Estado para as Finanças
A+ A-

 

Sal e Tarrafal de Santiago juntam-se aos 17 municípios beneficiáriosdo programa, que foi prolongado por mais seis meses, prazo para garantir que todos os objetivos sejam alcançados e possam ser finalizadas as atividades.

 

Os atrasos registados devido à pandemia obrigaram que as atividades do programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e Objetivos 20/30 em Cabo Verde fossem reprogramadas e, por isso, as metas não foram todas alcançadas.

Sal e Tarrafal de Santiago deverão contar com a experiência adquirida pelos demais municípios na elaboração das estratégias, já que seis meses são insuficientes para esta tarefa.

O Secretário de Estado para as Finanças, Gilberto Barros, assegura queestão garantidos os recursos do Fundo de Descentralização - financiados pela Cooperação Luxemburguesa, em mais de quatro milhões de euros - para a implementação de projetos em todos os municípios e associações locais. Afiança que a intenção do governo é dar continuidade ao programa, mesmo após a finalização desta fase, não obstante a estratégia de financiamento ainda não estar definida.

Algumas das atividades do programa para os próximos seis meses já estão definidas. São elas: a implementação dos projetos de desenvolvimento económico local de Santo Antão, com foco na criação de emprego para jovens e do Fogo, para apoiar o desenvolvimento turístico e agropecuário. Nessa ilha, está prevista a montagem de um laboratório de análise da qualidade do vinho, que atualmente é feita fora do país.

O reforço do municipalismo será a prioridade da próxima fase da cooperação bilateral, anunciou o Encarregado de Negócio de Luxemburgo em Cabo Verde, Thomas Barbancey.

 

RTC Multimédia
Disponibilização online (Estagiária - com supervisão)