Parlamento: PM afirma que o estado tem tido um papel activo e determinante no processo de desenvolvimento do país

24 de fevereiro de 2021

Ulisses Correia e Silva, Primeiro-ministro de Cabo Verde
A+ A-

 

O Estado tem sido o maior impulsionador do desenvolvimento do país e, para permitir inclusão social, o governo optou por uma economia social de mercado. É o que defendeu o Primeiro-Ministro no debate“Cabo Verde e o Papel do Estado no desenvolvimento”, que decorreu esta manhã no Parlamento. 


Essa opção, adotada desde a abertura política, permitiu grandes avanços na economia, que se abriu ao investimento externo, à regulação independente e conseguiu estruturar um setor privado pujante. A tese é do Primeiro-Ministro, que acredita que é preciso dar um outro passo a partir de agora. 

Ulisses Correia e Silva garante que o governo tem estado a implementar políticas públicas direcionadas para conseguir materializar esses desafios. Só assim, vai dizendo o Primeiro-Ministro, tem-se conseguido fazer diminuir as taxas de desemprego, aumentar a inclusão social e ter famílias menos dependentes do Estado (conforme medias infra).

Para o Primeiro-ministro, além de promover uma economia de mercado com rosto humano, o Estado de Cabo Verde tem a responsabilidade de trabalhar para proteger, cuidar e aprimorar a democracia.


RTC Multimédia
Disponibilização online (Estagiária - com supervisão)