Governo anuncia reestruturação do Porto da Praia orçada em 5 milhões de euros. Obras arrancam ainda este ano

26 de março de 2021

Porto da Praia
A+ A-

O Ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, anunciou, hoje, à margem de uma conversa aberta os profissionais da classe de estiva do Porto da Praia, que o Governo pretende ainda este ano arrancar com obras de reestruturação nesta estrutura portuária orçada em 5 milhões de euros para construção de uma nova gare marítima na capital, no quadro de um projecto para seis estruturas idênticas em seis ilhas com financiamento do Banco Mundial.

Objectivo é resolver as questões essenciais, que afectam o funcionamento do porto da cidade da Praia, através do reordenamento e construção de estruturas que irão proporcionar melhores condições para passageiros e trabalhadores.

O Porto da Praia é a parte mais significativa de um plano de reordenamento das estruturas portuárias e de gares marítimas em seis ilhas. A obra, cujo financiamento de 5 milhões de euros, provem do Banco Mundial e conta já com um primeiro aval positivo daquela instituição internacional, deverá ter a duração de doze a dezoito meses, e, aventa Paulo Veiga, com o projecto, o Governo pretende atender também a preocupações dos trabalhadores.

O Governo quer arrancar ainda este ano com a obra, já, que só assim se poderá o mais rápido possível ir ao encontro das insuficiências de que padece também o Porto da Praia, face ao volume da circulação de pessoas e bens na estrutura portuária da capital.

No total o projecto está estimado em 12 milhões de euros e, além do caso do Porto da Praia, inclui, gares marítimas novas ou reestruturadas nas ilhas do Maio, Fogo, Boa Vista, São Nicolau e Sal, com a diferença de que nessas outras não será necessária reordenamento da área portuária.

Cândido Fortes / RCV