HAN recebe hoje da Fundação Gulbenkian equipamentos para diagnóstico e tratamento de doenças oncológicas

10 de junho de 2021

Imadueno Cabral, presidente do Conselho de Administração do Hospital Agostinho Neto (HAN)
A+ A-

O diagnóstico e tratamento de doenças oncológicas continua a ser um desafio para o HAN, Hospital Agostinho Neto, na Praia, que hoje recebe da Fundação Gulbenkian um conjunto de equipamentos médico para diagnóstico e estadiamento. 

 O Presidente do Conselho de Administração do Hospital, Imadueno Cabral, considera importante esta oferta na medida em que irá reforçar a sua capacidade de resposta no tocante às doenças oncológicas. 

As doenças oncológicas referem-se aos vários tipos de câncer e tumores cujo diagnóstico e tratamento requerem equipamentos especiais, adequados e, por vezes, de custo elevado. Equipamentos como os que o Hospital Agostinho Neto vai receber, hoje, e que, segundo o Presidente do Conselho de Administração Imadoêno Cabral, vão ajudar no diagnóstico e tratamento das doenças oncológicas. 

A pandemia da Covid-19 pôs à prova a dinâmica no diagnóstico e tratamento das doenças oncológicas, mas acredita Imadueno Cabral estarem reunidas as condições para dar resposta às demandas. 

O Hospital Agostinho Neto na Praia registou no ano passado um aumento considerável de pacientes com cancro, apesar da atenção que se vem dando para a prevenção, diagnóstico e tratamento da doença. 

As doenças oncológicas são uma das maiores causas de morte no país e o reforço de equipamentos é fundamental para melhoria da assistência aos pacientes. Por isso, o Presidente do Conselho de Administração vê com bons olhos o gesto da Fundação Gulbenkian que doa, esta manhã, um conjunto de equipamentos médico ao Hospital da Praia.