Já foram identificados mais de 100 de ninhos de tartarugas, nas praias de Santa Cruz e São Domingos

15 de julho de 2021

A+ A-

A Associação Ambiental Caretta Careta já identificou mais de uma centena de ninhos de tartarugas, nas praias de Santa Cruz e São Domingos, interior de Santiago, em dois meses de campanha. No entanto, o Presidente da Associação denuncia casos de matança de tartarugas e aponta a ação de cães vadios, comportamento inadequado de banhistas e escassez de recursos financeiros como os constrangimentos, que a ONG, sedeada em Santa Cruz, está a enfrentar na presente campanha de desova de tartarugas marinhas.

Desde de 13 de maio, que os voluntários da Associação Ambiental Caretta Caretta estão a patrulhar as quatro praias de nidificação de tartarugas marinhas, nos municípios de Santa Cruz e São Domingos.

João da Lomba, Presidente da Associação, faz balanço positivo campanha apesar de alguns constrangimentos. Até agora, os voluntários da ONG ambiental já identificaram 137 ninhos.

O Presidente da Associação Ambiental Caretta Caretta apela a colaboração das Câmaras Municipais de Santa Cruz e de São Domingos, Forças Armadas, Ministério da Agricultura e Ambiente e a população em geral a colaborarem na presente campanha de proteção nas praias de nidificação de tartarugas marinhas.