SCM pretende digitalizar gravações registadas

31 de agosto de 2021

A+ A-

A Sociedade Cabo-Verdiana de Música pretende, digitalizar todas as gravações registadas, até ao final do próximo ano.

Criar um portal de autores e artistas é outra meta a que a Sociedade se propõe alcançar também no próximo ano.

Para a materialização desses dois projectos, a SCM firmou hoje uma parceria com o Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação (NOSI).

Um passo importante, reconhece a presidente dessa entidade de gestão colectiva.

Solange Cesarovna destaca ainda o facto desta parceria com o NOSI permitir que as obras e as gravações musicais dos autores e artistas nacionais passem e estar  alojadas em Cabo Verde, uma ambição há muito almejado pela Sociedade.

O responsável do NOSI, Carlos Pina, ressaltou, por seu lado, o alcance desta parceria, antevendo o aparecimento de novos artistas, impulsionados pela tecnologia de streaming.

A Sociedade Cabo-verdiana de Música está ligada a uma plataforma mundial de direitos de autores e criadores, mas precisava de um portal de interação entre os seus membros, passo  que o protocolo assinado hoje com o NOSI vai permitir que se concretize.

 

RTC Online, com RCV (Carlos Moniz)

Disponibilizado por Marcos Fonseca



Programação

Ainda esta Semana

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Artigos Relacionados