PAICV acusa o Governo de letargia e impotência perante o crescimento descontrolado da criminalidade urbana

03 de setembro de 2021

A+ A-

PAICV acusa o Governo de letargia e impotencia perante o crescimento descontrolado da criminalidade urbana. Os episódios de prisão, soltura e prisão de novo dos presumíveis assassinos, para o maior partido da oposição, demonstram falhas graves no sistema de segurança e mancham a sua credibilidade.

Segundo Rui Semedo, falta o Governo ter a coragem apelar a mobilização nacional para fazer face a grave crise de segurança no país. Na sequencia da intervenção do Primeiro-ministro sobre a situação de segurança em Cabo Verde, o PAICV chamou hoje a imprensa para dizer que as medidas apresentadas para garantir este bem essencial para as pessoas nao teem sido eficazes.

Segundo o presidente interino do PAICV, os meses de julho e setembro foram dramáticos para a cidade da Praia, com assaltos a mão armada e outros crimes deixando para trás um numero expresivo de vítimas mortais, enlutando famílias e indignado os cidadaos, inclusive os taxistas que saíram à rua para, dando seu grito de despero. 

Rui Semedo apela o Governo a deixar o chavão de Tolerancia Zero e passar à ação.

Sobre a criada a figura do Secretário de Segurança Nacional, Rui Semedo reage. "A questão de segurança não se melhora com a criação de novas estruturas...mas poderá criar o nivel de descoordenação e dessintonia entre as estruturas, que existe neste momento".

O PAICV afirma que falta também o Governo ter coragem de sentar-se à mesa com todos e trabalhar na estruturação de respostas mais adequadas, ou seja, a mobilização nacional para fazer face a grave crise de segurança que o país enfrenta.



Programação

Ainda esta Semana

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Artigos Relacionados