Preço dos combustíveis no mercado internacional ditou aumento de tarifas de electricidade

20 de setembro de 2021

Secretário de Estado das Finanças explicando evolução dos preços dos combustíveis no mercado internacional Foto: Marcos Barbosa
A+ A-

A evolução dos preços dos preços no mercado internacional foi o motivo do aumento das tarifas de electricidade, conforme o Secretário de Estado das Finanças.

Dados do Banco Mundial apresentados por Alcindo Mota indicam que de janeiro a julho deste ano, o preço dos produtos energéticos aumentou 67% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

A cotação do barril de Brent situou-se nos 66 dólares enquanto que nos mesmos sete meses do ano anterior ficou nos 41,2.

O governante adiantou que a previsão é que o preço médio do Brent, até o final do ano, situa-se nos 68,7 dólares por barril, um aumento de 67% em relação ao ano pandémico.

Diante desse cenário, a Agência Reguladora Multisetorial da Economia atualizou uma tarifa média em 30%, sendo que no 2º Escalão (60KWh / mês), onde se situa a maioria dos usuários a atualização efetiva foi de 25,5%.

As novas tarifas podem provocar no investimento. Alterando a procura, aumentar o custo de produção e afetar o rendimento das famílias, conforme Mota. 

"Um aumento de 10% no preço da eletricidade leva a uma queda no Produto Interno Bruto de 0,2 a 0,4%. Além disso, o aumento de 30% no preço da energia impactará o nível geral dos preços em torno de 1,0 ponto percentual , com especial incidência nos bens e serviços dos setores intensivos em energia, como forma de repasse dos custos ao consumidor para proteger uma margem de lucro ", explica justificando a necessidade das medidas de política do Governo para conter o impacto do aumento das tarifas.

 

 

Por: Marcos Fonseca



Artigos Relacionados