PAICV acusa Governo de completo abandono do Estádio Nacional e outras infraestruturas desportivas do país

13 de maio de 2022

A+ A-

O PAICV chamou a imprensa para denunciar o que considera má gestão das infraestruturas desportivas no país, nomeadamente o Estádio Adérito Sena, na cidade do Mindelo, e o Estádio Nacional, na cidade da Praia, fazendo com que a Seleção Nacional de Futebol joguem fora. O maior partido da oposição fala de total abandono do Estádio Nacional e desleixo e lentidão do Governo na tomada de decisões.

Uma semana depois do Governo ter anunciado o ajuste direto a uma empresa para a compra do novo relvado para o Estádio Nacional, o PAICV chamou a imprensa para exigir respostas.

Os tambarinas esperaram pela primeira sessão parlamentar do mês de maio, e com o Governo não levou o assunto a debate, veio a público denunciar aquilo que considera ser um total descaso para com os caboverdianos.

Situação que para Fídel de Pina, surge de um Governo obeso e lento na tomada de decisões. A situação do Estádio Nacional é sabido deste de fevereiro 2020 e havendo recursos exigia-se uma actuação mais célere por parte do Estado. Por isso o PAICV pede explicações quanto ao ajuste direto e escolha da empresa contratada para o efeito.

Jogar fora vai custar aos bolsos dos caboverdianos além dos custos desportivos por jogar sem o apoio dos adeptos. A Seleção Nacional de Futebol joga dois primeiros jogos em Marrocos, e o próximo jogo em casa, está marcado para setembro.

O PAICV está reticente quanto ao cumprimento do timing para a colocação do novo relvado já que no inicio de agosto o estádio deverá receber a nova certificação.

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios